sábado, 23 de novembro de 2013

Meu lazer enquanto este processo não anda

Bom, post bem nada a ver com imigração, mas é que se eu for esperar alguma novidade por parte do BIQ pra eu postar aqui, vou ver dar dengue nesse blog, então, vamos lá.
Algumas pessoas sabem, até já tinha colocado aqui no blog uma vez a muito tempo atrás, mas eu tenho alguns Hobbies e são estes Hobbies que me ajudam a ter um pouco de paciência pra esperar aqui em casa e não sair pro Canadá sem me programar.
Um deles é o violão. Preciso melhorar demais, mas pelo menos dá pra fazer um barulho e divertir o povo. A única coisa é que a maioria das pessoas ficam meio assim porque eu não gosto de sertanejo, então eu praticamente não tenho nenhuma música sertaneja no meu repertório. Fazer o que, se eu não gosto, não faço questão mesmo de aprender...

 Outro que eu tenho também , é o desenho. Esse sim é minha paixão. Se no Canadá eu conseguir uma maneira de ganhar dinheiro com isso, com certeza vou fazer. Vou estudar como que funciona a parte de jogos, vai que algo se encaixa no meu perfil. Tá aí algum dos meus trabalhos:








quarta-feira, 13 de novembro de 2013

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Chegamos no Canada

(Teclado sem alguns caracteres, incluindo acentos)
Chegamos no Canada dia 31 de novembro, fizemos escala no Panama. A viagem foi super tranquila, porem a Fernanda suou uns 3 litros durante a viagem, talvez pelo fato de nunca ter voado de aviao. Confesso que tambem levei um susto quando o aviao pousou em Toronto, estava ventando tanto, e o aviao balancando tanto, que acredito que uma boa parte dos passageiros se cagou. :P

O processo pela imigracao canadense foi super tranquilo. Passamos por 2 agentes, super simpaticos, nao perguntaram muita coisa e a convera foi em ingles.

Nossa primeira semana foi agitada, passamos a maior parte do tempo comprando coisas para a casa como tambem bens essenciais, como celulares com internet. E claro, fizemos um pouco de turismo.




























Encontro Virtual

Bom, a alguns dias, em uma conversa com mais dois amigos que assim como eu estão nesse processo de imigração, resolvemos tentar fazer um Encontro Virtual só de futuros ou já imigrantes. Pesquisamos uma ferramenta legal para organizarmos nosso encontro, marcamos uma data que seria bom pra todos e fizemos uma pequena divulgação no grupo do Facebook Rio Canadá.
É uma ótima ideia, ainda mais pra mim, que moro no interior de MG e acho que na cidade onde moro, se eu falar em Canadá, o povo nem sabe se é um Estado dos EUA ou um país e qual idioma se fala por lá (confesso, eu era assim antes...).
Até o dia do encontro 15 pessoas se inscreveram pra poder participar, o que já estava ótimo, se tratando de um primeiro bate papo no domingo a tarde. Na hora marcada, 9 pessoas entraram e nós, pudemos nos conhecer melhor, saber de onde somos, pra onde queremos ir, e os motivos que nos impulsionaram a querer mudar de vida obvio isso.
Achei também muito produtivo, ainda mais por ter sido o primeiro, pois deu pra tirar muitas dúvidas e repassar alguns contatos importantes. O melhor de tudo é que todos os que participaram, aparentemente gostaram do encontro virtual e já vamos programar mais alguns, com temas específicos e quem sabe, pedir alguém que já more no Canadá pra participar e dar sua visão sobre os temas que formos falando.
Vamos rezar um Ave Maria todos os dias por aqueles que inventaram a internet e suas tecnologias, fazendo a gente estreitar os laços de amizade.
À bientôt...

domingo, 10 de novembro de 2013

My Canadian survival list

Alors mes amis...
Ontem eu estava pensando sobre quais são os itens de extrema importância pra eu poder levar para o Canadá quando chegar a minha hora. Tipo, vai demorar um cadim ainda, mas já tenho algumas coisas que pra mim, são de extrema necessidade e faço questão de levar daqui mesmo, mesmo que pra isso eu precise pagar a mais por causa da bagagem.

Então vamos lá para a Minha lista de sobrevivência no Canadá:

  • Meus CD's e Vinis da Christina Aguilera;
  • Minha câmera digital;
  • Algumas camisas e bandeiras do Brasil, bem como camisas e bandeiras do Cruzeiro (podem ser falsificadas mesmo);
  • Meu violão e minhas cifras;
  • Meu kit de desenho (papéis, lápis e tudo mais);
  • Se eu não for levar meu notebook, um HD externo com tudo que eu tenho;
  • Meu PSP;
  • Minhas xícaras que deixei guardadas pra quando eu tivesse minha casa;
  • Minha coleção de livros do Dan Browm;
  • Meu mini dicionário de Francês e de Inglês;
  • Algumas fotos reveladas que já tenho;
  • Meus CD's e Vinis da Christina Aguilera (pra eu não esquecer mesmo);
  • Minha Bíblia;

É claro que não coloquei aqueles itens básicos, como roupas, calçados, mala, coloquei aqui apenas as besteiras, que pra mim são fundamentais. É claro que tudo evolui e com certeza quando chegar minha vez, essa lista pode mudar, mas quando chegar minha hora, vou comparar esta com a real.
À
bientôt...