domingo, 24 de dezembro de 2017

7 meses

Bom mes amis..


Amanhã, Natal, faz 7 meses que tô no Canadá.
A vida já entrou na rotina por aqui e as coisas já estão menos difíceis, mas a saudade do povo do Brasil é algo que sempre vai estar comigo, então sobre esse assunto, acho que nem precisamos mais falar sobre.

Eu sempre soube disso, mas depois que cheguei aqui eu comprovei que o ser humano não pode ser uma ilha, sem conviver com outras pessoas, sem ter contatos, sem ter amigos, pois quando se está em um outro país, as nossas conexões, nossa rede de contatos é o que faz com que nossa imigração / integração seja mais fácil.

Eu posso dizer que sou uma pessoa agraciada, pois tenho ao meu redor só pessoas boas, amigos que eu quero bem e que me querem bem e isso sim é fundamental para eu estar colhendo os frutos que colho hoje, pois sem eles, acho que eu já estaria cogitando a ideia de voltar ao Brasil.

Mas não, estamos tão conectados, somos tão companheiros uns com os outros que quando trocamos as nossas tristezas e incertezas, recebemos tantos apoios, tantas palavras de um futuro bom que esse sentimento de impotência, de incerteza, vai embora rápido e dá espaço para o sentimento de vitória.

Mas Natal é assim, mes amis, uma época nostálgica, uma época em que repensamos tudo que fizemos ao longo do ano que está quase acabando e começamos a fazer nossas "promessas" pro ano seguinte.

Pra quem está lendo isso do Brasil: dêem valor aos pequenos detalhes do cotidiano, às pessoas em sua volta, ao sabor de uma comida feita na hora, ao amor que pode acabar algum dia. Prestem atenção aos detalhes.

Pra quem está lendo isso de qualquer outro país: sinta saudade de tudo que o parágrafo anterior disse, se permita chorar de saudade ou rir de nervoso de não ter data para voltar ao Brasil para rever e provar tudo, mas mesmo assim, dêem valor aos pequenos detalhes do cotidiano, às pessoas em sua volta, ao sabor de uma comida feita na hora, ao amor que pode acabar algum dia. Prestem atenção aos detalhes. O princípio é o mesmo, o que muda é só a perspectiva.

A vida fora do Brasil não é glamurosa.
É simples.
É difícil, mas não impossível.
É gostosa.
É desafiadora.
É ganhar.
É perder.
É conquistar.
É se orgulhar de si mesmo.

Mas pra nós, que passamos tanto tempo em uma 'fila de espera" pra estarmos aqui hoje, só podemos agradecer por todo o caminho que trilhamos até aqui.


Eu só queria agradecer todo mundo que de alguma forma acompanham o blog. Com a rotina as postagens ficam mais escassas, mas lá na página do Facebook eu posto pequenas coisas do dia a dia, então, bora lá também.


Muito obrigado a todos e 2018 tem mais.

Feliz Natal pra todos.
Feliz Ano Novo pra todos.
Feliz 7 meses de Canadá pra mim.
Feliz...


À bientôt...

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre o post lido, para que assim eu possa melhorar o conteúdo do blog e também saber sua opinião.