domingo, 12 de agosto de 2012

Não deixe seu blog sobre imigração morrer


 
Esse post vai ser tipo um desabafo meu, então, senta que lá vem história...

É comum vermos aqui na internet a “morte” de um blog, principalmente pra nós, que acompanhamos dezenas de diferentes blogs de imigração. E ainda é mais triste quando se trata de um blog que acompanhamos sempre, aonde aprendemos muitas coisas sobre o assunto que gostamos e principalmente por ficarmos íntimos dos donos do blog. Nos sentimos todos bem próximos, pois compartilhamos dos mesmos desejos, sonhos e até mesmo frustrações.
É engraçado porque nos acostumamos com a maneira que é escrito os posts, com as imagens colocadas, com a maneira que as pontuações são inseridas nas frases e principalmente nos tornamos amigos dos blogueiros. Acho que a maior frustação do término de um blog é essa: de sabermos que não teremos atualizações de nossos amigos virtuais, que não poderemos experimentar o sabor de outro país através da boca dos outros.
Estava eu (Tiago) dando uma “geral” nos meus Favoritos sobre Imigração no Canadá e vi inúmeros blogs que foram se acabando com o tempo por inúmeros motivos, mas o principal e que se torna praticamente um padrão pra todos é: ROTINA.
A criação de um blog neste processo de mudança de país a médio / longo prazo ( mais longo prazo ultimamente, com essas andanças da imigração) em todos os casos são pra deixar documentado todo esse difícil processo, trocar experiências com outros colegas que estão no mesmo barco que a gente e também para deixar nossos familiares atualizados depois que nos desembarcamos no país que nos escolheu para morar.
Mas à medida que a vida vai se encaixando, idioma vai ficando natural na cabeça da gente, trabalho vai ocupando tempo, retomada de estudos, passeios nos fins de semana e aquela rotina que a gente já está acostumado, o mundo do blog vai ficando cada vez mais “limitado” pra nós, pois como estamos nos encaixados na rotina do novo país, tudo o que fazemos se torna normal e não temos mais motivação para continuar a escrever.
É complicado dizer isso porque o meu processo de imigração ainda nem começou oficialmente, mas não está nas minhas intensões chegar um dia aqui e simplesmente dizer que “parei” de atualizar o blog pela rotina. A MINHA rotina é minha e pros familiares, amigos e colegas de imigração tudo que eu colocar por aqui é novidade, é diferente. Mesmo que um dia eu decida apenas atualizar alguma página no facebook, por ser mais dinâmico e às vezes pode me dar algum tempo a mais pra relaxar, a intensão de abandonar esse mundo cibernético nunca passou pela minha cabeça.
Está aqui registrado minha tristeza em ver que vários blogs são deixados por causa de rotina, falta de novidades e espero que isso não aconteça por aqui, pois como o próprio nome do blog já diz, um Diário, ainda mais de um Imigrante, nunca é deixado de ser escrito. Cada dia é um novo capítulo e um novo aprendizado na vida da gente...

Por isso eu digo aqui pra todos que estão lendo: não deixe seu blog sobre imigração morrer, pois pra nós, que ainda estamos no Brasil, é uma maneira de ficarmos mais perto do nosso sonho, de nos sentir mais integrado com uma sociedade que ainda não conhecemos e de conhecer pessoas e lugares diferentes.


Este é meu recado e desabafo por hoje...

À bientôt...

4 comentários:

  1. Sei como é! Fui procurar outros blogs pra seguir olhando a lista dos blogs que ja sigo ou que achei pelo caminho e é quase infinito o numero de blogs abandonados e deixados pelo caminho. Ainda prefiro os blogs em que pelo menos eles se despedem assim não ficamos eternamente esperando atualizações. Mas é chato mesmo.

    Nesse quesito eu acho que os Les Lapins conseguiram passar disso e mesmo depois de 4 anos por la eles continuam postando e com muitos assuntos interessantes. Mas não é todo mundo que consegue...

    Ass: Ela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom demais vermos os blogs do pessoal que já mora lá. Mesmo que eles postem coisas da rotina, coisas banais, mas pra nós, que ainda não estamos lá, tudo é novidade e nos faz motivar mais e mais a buscar a tão sonhada imigração!!!

      Excluir
  2. Olha, Tiago, o que eu acho mais triste é quando a pessoa abandona o blog e não diz nem tchau. Tipo, claro que ninguém que escreve blog tem obrigação de se despedir, mas poxa... A pessoa cria um blog, interagem com deus e o mundo, conta muitas histórias, cativa os leitores e do nada pá, desaparece sem deixar rastros. Você não sabe se a pessoa morreu, tá em coma, ficou cego e não pode mais escrever... Rsrsrsr...

    Eu entendo que, depois de um tempo, depois que a rotina se instala, as pessoas não tenham mais paciência de escrever. A maioria das pessoas começa um blog não porque gosta de escrever e contar histórias e sim porque quer desabafar e interagir com outras pessoas que estão no mesmo barco, leia-se imigração. Depois que o frenesi passa elas não sentem mais vontade de dividir suas vidas com nós, ilustres desconhecidos. Isso é entendível, mas pô: se despede e encerra o blog, né? Escreve um último post, diz que não vai escrever no blog e pronto... A pior coisa é a pessoa escrever um post falando que faz tempo que não escreve no blog, mas que está a fim de voltar, que tá cheio de novidades, que amanhã escreve e ficar 10 meses sem voltar coisa nenhuma... Rsrsrsrs... Esse é o meu desabafo... =P

    Abraços,
    Lidia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quebecquando... ponto te vista totalmente válido esse seu e apoio também. É completamente compreensível que com o tempo aquele combustível do blog vai ficando mais escasso e um simples "tchau" nos deixa mais confortados de que aquele blog está chegando ao fim.
      Mas para nós que ainda estamos aqui no Brasil, mesmo que se lermos uma simples notícia de como está o tempo ou simplesmente a pessoa deixar um outro veículo mais rápido de atualização, como uma página de facebook, um twitter, um Google +,sinal de fumaça, pombo correio, qualquer coisa.. É sempre motivante para nós vermos os sinais de prosperidade dos que já estão colhendo os bons frutos da imigração!!!!

      Excluir

Deixe seu comentário sobre o post lido, para que assim eu possa melhorar o conteúdo do blog e também saber sua opinião.